Página principal

De Madeiras

Welcome - Wood For Musical Instruments
Brasil - Brazil
174 artigos em Português


Tabela de conteúdo

Sobre esse trabalho - About this work

MADEIRAS UTILIZADAS PARA A FABRICAÇÃO DE INSTRUMENTOS MUSICAIS

WOOD USED FOR THE MANUFACTURE OF MUSICAL INSTRUMENTS

Objetivo - Objective

O material aqui apresentado é uma compilação de dados encontrados na internet que foram aqui reunidos com a intenção de disponibilizá-los também na internet. O objetivo principal deste trabalho é facilitar para aqueles interessados em instrumentos musicais que se vêem às voltas com nomes estrangeiros ou mesmo com novas madeiras nacionais e com a dificuldade natural de compreender afinal, que madeira é esta? Tem também o objetivo de esclarecer que nem toda madeira preta é ébano; que rosewood não é pau-rosa (pelo menos não no Brasil); que várias madeiras que ocorrem no Brasil e que são comercializadas no mercado internacional não são provenientes só do Brasil; que uma madeira que é utilizada para a fabricação de palitos de fósforos ou mesmo para carvão pode ser também utilizada para a fabricação de instrumentos musicais; que hardwood não deve ser traduzida como madeira dura e que softwood não deve ser traduzida como madeira macia etc. Saiba mais sobre softwoods/coníferas e hardwoods/folhosas.

The material presented here is a compilation of data found on the Internet that were gathered here with the intention to also make them available on the Internet. The main objective of this work is to facilitate those interested in musical instruments that are faced with foreign names or even with new national timber and the difficulty of understanding natural after all, what wood is this? It also has the objective to clarify that not all black wood is ebony, that rosewood is not a wood colored rose(at least not in Brazil), that various woods that occur in Brazil, which are traded on the international market are not only from Brazil; that a timber that is used for making matches or even coal can also be used for the manufacture of musical instruments, that hardwood should not be translated as hard wood and softwood should not be translated as soft wood etc..

Como localizar

Clicando em Espécies, acima, você encontra um índice de nomes comuns. Esta lista possibilita a entrada por mais de um nome comum para cada espécie, apresentados por ordem alfabética, mas nem todos os nomes comuns foram listados devendo, o usuário, utilizar o recurso de “pesquisa” quando não encontrar o nome procurado. Clicando em Nomes você encontra um índice de nomes científicos. O recurso “pesquisa” também pode ser utilizado para procurar a espécie por nome científico, por instrumento, ou partes dele.

Sobre a tradução de alguns termos técnicos

Duas palavras são particularmente difíceis de traduzir do inglês para o português: guitar e soundboard. Em inglês, a definição de guitar é “a stringed instrument usually having six strings; played by strumming or plucking” ou seja, instrumento de corda, geralmente seis, tocado tangindo-as ou pinçando-as. Acoustic guitar e electric guitar foram facilmente traduzidas como violão e guitarra respectivamente. Bass guitar foi traduzido como baixo. O problema é quando aparece a palavra guitar sozinha, sem nenhuma outra indicação, já que não há um termo em português que faça este tipo de distinção entre os instrumentos de corda. Soundboard ou sounding board é definada como “resonator consisting of a thin board whose vibrations reinforce the sound of the instrument” ou seja, amplificador em forma de tábua fina, ou lâmina, cujas vibrações ampliam o som do instrumento. Soundboard ou sounding board foi traduzido como tampo harmônico. Soundboard associada a piano foi traduzida como tábua harmônica e soundboard associada a violão ou outro instrumento de corda acústico, foi traduzida como tampo. Muitas vezes, quando associada a instrumento de corda acústico, principalmente violão, o soundboard é também chamado de top. Top também pode seu utilizado para definir a parte de cima do corpo da guitarra podendo ser mais grossa ou mais fina e, neste caso, com função meramente estética. Por esse motivo, quando não é possível definir claramente do que se trata, aparece no texto as palavras “guitar” ou “soudboard”.

Sobre os dados apresentados

As madeiras são assim apresentadas: NOME COMUM (OUTRO NOME COMUM QUANDO FOR O CASO) – Nome científico (sin.: quando for o caso) – Família – se é Conífera ou Folhosa – bandeira do Brasil quando a espécie ocorre no país. Sin. – significa sinonímia ou sinônimo quando a espécie é também conhecida por outro nome científico. Após o texto onde estão apresentadas as espécies por ordem alfabética de nomes comuns foi apresentada uma lista de madeiras utilizadas por instrumentos. A fim de manter a coerência com o texto apresentado em cada uma das espécies não foi realizado nenhum trabalho de ajuste nessa lista, o que poderá deixar o usuário confuso. A intenção de manter essa coerência é a razão pela qual aparecem itens que se sobrepõem como por exemplo: “tampo”, “tampo para violão”, “tampo para bandolim” ou “escala”, “escala para guitarra”, “escala para violão” e outros.

Oferta e procura de madeiras para instrumentos musicais

Enquanto este documento estava sendo preparado alguns luthieres falaram sobre a dificuldade de encontrar madeiras para instrumentos musicais. Resolvemos então criar um espaço para a PROCURA e OFERTA de madeiras para instrumentos musicais (ver FORUM ). Alguns links listados em “Para saber mais” são de vendedores de madeira. Os que fornecem madeiras especificamente para instrumentos musicais são, em sua maioria, do exterior.

Você pode contribuir

Este não é considerado um trabalho acabado e alguns, ou muitos usos, podem não ter sido listados. Um exemplo é o caso das violas. Muitas das madeiras citadas pelos fabricantes de violas não foram incluídas porque não foi possível associá-las, de forma segura, a nenhum nome científico para podermos falar algo sobre aquela espécie. Se você utiliza ou sabe quem utiliza alguma madeira que não foi encontrada aqui, ou algum uso que não foi aqui citado, deixe sua contribuição pelo e-mail maria-helena.souza@florestal.gov.br.


Resumo/Summary

São apresentados nomes comuns e nomes científicos de mais de 200 espécies de madeira de todo o mundo utilizadas para a fabricação de instrumentos musicais. Constam ainda informações sobre ocorrência, características das madeiras e usos. Para cada espécie são apresentados links para maiores informações.


Common and botanical names for more than 200 wood species from all around the world used for musical instruments manufacture. Distribution, wood characteristics, uses and links for more information are also presented.


Você sabia...

. que há uma madeira africana que é cor-de-rosa? Ela é conhecida como PINK IVORYWOOD ou RED IVORYWOOD.


Quem patrocina

Esse portal é uma iniciativa da:

Fundação de Tecnologia Florestal e Geoprocessamento

SHCN/CL 316 Bloco B Loja 51. CEP 70.775-520, Brasília-DF

Fone/Fax: (61) 3447 6326

www.mundoflorestal.com.br

funtecdf@gmail.com


Trabalho realizado por:

Maria Helena de Souza

Engenheira Florestal

maria-helena.souza@florestal.gov.br


Com agradecimentos a:


Mário Rabelo de Souza

Analista Ambiental, Físico, Ph.D.,

Engenharia e Física da Madeira – LPF

pelo reconhecimento e colaboração

mario.souza@florestal.gov.br

José Arlete Alves Camargos

Analista Administrativo, Administrador, M.Sc.,

Anatomia e Morfologia da Madeira – LPF

pela colaboração

Vera Teresinha Rauber Coradin

Analista Ambiental – Bióloga – PhD.

Anatomia e Morfologia da Madeira – LPF

pela colaboração


Quem programa esse Wiki:

Mário Rabelo de Souza

Analista Ambiental, Físico, Ph.D.,

Engenharia e Física da Madeira – LPF

mario.souza@florestal.gov.br

Ferramentas pessoais
Línguas