Coníferas e Folhosas

De Madeiras

As Madeiras


Coníferas e Folhosas (Softwoods e Hardwoods)

Coníferas e folhosas (softwoods e hardwoods) são dois grandes grupos de vegetais produtores de madeira.


Coníferas: caracterizam-se, principalmente, por possuir folhas em forma de agulhas e frutos em forma de cones com sementes expostas. No Brasil, a conífera nativa mais conhecida é o pinheiro-do-paraná cujo nome científico é Araucaria angustifolia. Uma outra conífera fornecedora de madeira é uma espécie exótica (nativa de outro país, mas cultivada por aqui) que é o pinus. O mais comum no Brasil é o Pinus elliottii, mas existem outros como o Pinus caribaea, Pinus oocarpa, Pinus taeda, Pinus patula etc. Podem ser encontradas ainda outras coníferas nativas como o pinho-bravo, pinho-do-brejo etc. (Podocarpus spp.) ou exóticas como o pinheiro-de-natal (Cunninghamia lanceolata), e os ciprestes (Cupressus spp.), mas geralmente utilizadas para paisagismo.
Exemplo de conífera:
http://www.infoescola.com/biologia/coniferas-filo-coniferophyta/ (01/08/08)
Conífera brasileira: pinho-do-paraná – Araucaria angustifolia
http://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Pinheiro-do-Paran%C3%A1.jpg (21/03/12)


Folhosas: caracterizam-se, principalmente, pelas folhas largas e frutos com sementes envolvidas por uma casca. A este grupo pertence a grande maioria das espécies florestais brasileiras e aí estão incluídas a sucupira (Bowdichia nitida), o ipê (Tabebuia spp.), o mogno (Swietenia macrophylla), a andiroba (Carapa guianensis), o cedro (Cedrella spp.), o jatobá (Hymenaea courbaril), o pau-brasil (Caesalpinia echinata), o jacarandá-da-bahia (Dalbergia nigra) etc. Temos no Brasil uma folhosa exótica muito conhecida que é o eucalipto (Eucalyptus spp.).
Exemplo de folhosa:
http://flickr.com/photos/8513343@N03/2469258462/ (01/08/08)


Obs.: o termo conífera é a tradução correta para a palavra em inglês “softwood”, enquanto que folhosa é a tradução correta para a palavra “hardwood”. Traduzir softwoods como madeiras macias e hardwoods como madeiras duras não é correto já que tanto entre as coníferas como entre as folhosas existem madeiras duras e madeiras macias.


EXPLICANDO MELHOR


ANGIOSPERMAS E GMINOSPERMAS

As plantas que produzem sementes se dividem em angiosprmas e gminospermas.
As ANGIOSPERMAS (angio=vaso e sperma=semente) são consideradas mais evoluídas e produzem sementes com frutos. Exemplo: laranja. milho, feijão etc.
As GMINOSPERMAS (gmino=nu e sperma=semente) são consideradas mais primitivas e produzem sementes sem frutos. Exemplo: cipreste, pinheiro etc.


DICOTILEDÔNEAS E MONOCOTILEDÔNEAS

As Angiospermas (semente+fruto) se dividem em: Dicotiledôneas e Monocotiledôneas
Todas as Angiospermas que produzem madeira são Dicotiledôneas, mas nem toda Dicotiledônea produz madeira.


DICOTILEDÔNEA

Cotilédone é um tecido de reserva (para nutrição da planta no início na germinação quando ela ainda não tem folha e nem raízes desenvolvidas) que se encontra dentro de algumas sementes.
Dependendo da espécie pode ter um cotilédone e por isso são chamadas Monocotiledôneas (milho, trigo, cevada, orquídea, palmeira etc.), e dois ou mais cotilédones e por isso são chamadas de Dicotiledôneas (manga, laranja, roseira, feijão etc.).
Lembrando: todas as Angiospermas que produzem madeira são Dicotiledôneas, mas nem toda Dicotiledônea produz madeira.
As Dicotiledôneas que produzem madeiras são geralmente chamadas de Folhosas.
A grande maioria das madeiras brasileiras são Folhosas.


CONÍFERAS

As Gminospermas (semente sem fruto) se dividem em: Cicadáceas, Ginkgo, Coníferas e Gnetófitas.
Dentre as Gminospermas, as Coníferas são as únicas que produzem madeira.
São mais comuns no Hemisfério Norte por causa do clima frio.
Geralmente a árvore se apresenta na forma de cone e as folhas se apresentam na forma de agulha.
O Brasil possui uma conífera nativa que é o pinho-do-paraná (Araucaria angustifolia).
O Brasil possui coníferas não nativas (exóticas) plantadas aqui como é o caso do pinus.


CONÍFERAS E FOLHOSAS

Do grupo das Angiospermas (semente+fruto), só as Dicotiledôneas produzem madeira, mas nem toda Dicotiledônea produz madeira. As Dicotiledôneas que produzem madeira são chamadas de Folhosas.
Do grupo das Gminospermas (semente sem fruto) só as Coníferas produzem madeira.


FLORESTA NATIVA

É a floresta que se desenvolveu sem a intervenção humana.
O contrário é a floresta plantada (pelo homem).
A floresta nativa do Brasil (que aqui se desenvolveu de maneira espontânea) é diferente da floresta nativa da África ou da América do Norte.
Mas a floresta nativa brasileira pode ser semelhante à que ocorre em outros países. É o que acontece com a Floresta Amazônica que é semelhante à Floresta Amazônica do Peru, da Bolívia, do Equador etc.


ESPÉCIE NATIVA

É uma espécie que se desenvolveu aqui de maneira espontânea.
O contrário é espécie exótica, cultivada ou introduzida. Ocorre de maneira espontânea em outro local, mas foi plantada aqui pelo homem.
Pode ocorrer de uma espécie nativa ser proveniente de floresta plantada.


MADEIRA NATIVA

Pode ter dois significados:
1. Madeira proveniente de floresta nativa.
2. Madeira proveniente de espécie nativa.
Ferramentas pessoais
Línguas